Tecnologia do Blogger.

domingo, 10 de outubro de 2010

FHC x Lula: Se é para Comparar…

do NPTO


Veja o panfleto num tamanho maior! 4. Via @IlustreBOB

13 comentários:

Anônimo disse...

Essa comparação não quer dizer muita coisa...

veja bem, o governo Itamar/FHC pegou o país numa situação muito pior do que Lula em 2003. A inflação ainda corroía a economia. O país vivia um caos fiscal completo, com municípios e estados gastando muito mais do que arrecadavam.

O governo FHC ajudou com a concretização da estabilização econômica. Reduziu os gastos públicos, possibilitando, pela primeira vez em décadas, se falar em superavit.

É ÓBVIO que fazer tudo isso tem um custo, e os primeiros anos de estabilização econômica representaram dificuldades diversas. Seria como se você estivesse cheio de dívidas, e um dia resolvesse acertar suas contas. De início, teria que cortar todos os seus gastos (mesmo alguns que você considera extremamente necessários). Mas a longo prazo, as coisas tendem só a melhorar: gastando menos do que você ganha, você passa a juntar dinheiro, investir, acumular bens, que antes você não podia fazer.


Fazer comparações número a número indicam muito pouco. Cada governo teve seus pontos positivos e negativos. Mas a realidade do país em 2003 era muito diferente de 1994.

O país segue mudando... e acredito que, melhorando.

Aliás, as próprias universidades federais citadas... muitas delas já existiam com outro nome. Outras eram projetos antigos, que já estavam se concretizando. Ninguém, nem mesmo o Lula, faz as coisas de um dia pro outro.

Todo esse embate não nos levará a lugar nenhum... a desconstrução do que os antecessores fizeram só gera perseguição política (extirpar o DEM?)...

Falta nessa campanha (dos dois lados) debate de idéias, como fazer para resolver os problemas mais graves do Brasil?? quais atitudes tomar em relação à violência que na maioria das capitais brasileiras é mais grave que no Iraque??

Anônimo disse...

Concordo plenamente com meu amigo do post anterior, e ainda reforço que ter coragem de tomar medidas impopulares para colher frutos a longo prazo em outros governos é virtude de poucos. O governo atual está gozando o que foi plantado na década anterior, mas o que este governo plantou para os próximos? Déficit público. Problema de quem vem depois!

Anônimo disse...

Essa comparação não é a sério. É mais uma manipulação para esconder a verdade. O que o Lula fez pelo Brasil? Criou um país de vagabundos. Comprou o voto de milhões de desocupados que agora fogem do trabalho como diabo da cruz para viverem da esmola do Bolsa Família, esmola que é paga com o suor de quem realmente trabalha e carrega essa país nas costas.

Lula fez do Brasil motivo de piada no exterior, se metendo em assunto que só dizem respeito aos países envolvidos. Loteou o governo para os petistas corruptos e criou o maior esquema de corrupção que este país já viu. Para impedir que o povo saiba o que realmente se passa dentro do governo, a imprensa passou a ser preseguida como nas piores ditaduras. É isso que Lula fez pelo Brasil. Agora é orar para que o bem prevaleça e Serra consiga colocar esse país de volta nos trílhos. Caso contrário, que Deus tenha misericordia de nós.

Eduardo E. S. Prado disse...

Anônimos,

A respeito dos dois primeiros comentários, muito pertinentes, porém já debatido em outro posto, recomendo seguir o link.

Sobre o terceiro comentário, vale a pena se informar melhor a respeito do que é o Bolsa Família. Existem muitos sites a respeito, nem todos confiáveis. Indico este aqui, só par começar. Talvez você mude de idéia quando conhecer melhor o Programa.

De todos os inconvenientes de um comentario anônimo, o pior deles é não saber com quem se está falando. Mas se um comentário anônimo incomoda bastante, três comentários anônimos, e no mesmo post, incomodam muito mais. São a mesma pessoa? Se não são, como saber?

Abraço!

Yuno aka Namadav disse...

Mas q coisa! Antes do FHC não tem gráficos!
Pegou a economia em escombros e fez milagre em 8 anos, hahahahaha! Patético!

Sinceramente, vc acha q o PT conseguiria fazer algo parecido com o Plano Real? se em 8 anos o PAC é uma mula sem cabeça?

ptcunha disse...

Caro Namadav, o PAC não tem 8 anos, nem é o governo Lula inteiro. Assim com o Plano Real não é o governo FHC inteiro.

Sério, qualquer um que era adulto a 16 anos atrás tem a obrigação de saber o que foi o Plano Real, as três crises pelo que o Brasil passou: México, Rússia e Asia. Por fim a crise do próprio Brasil no final do governo FHC quando o dólar foi para a casa do chapéu. Tudo isso não foi o Plano Real.

Será que ninguém mais mais se lembra o que foi a URV, ninguém lembra do primeiro real que era só um carimbo na cédula, isso mesmo um carimbo, isso vale 10 reais, pronto tá valendo?

O Plano Real foi esse período entre a implantação da URV e o lançamento do Real, propriamente dito. O resto é mérito da ação dos governo que se seguiram, mas já não era mais o plano. Não tem mais "plano econômico", tem administração do Estado, tem política econômica de governo, tem acertos e tem erros, mas nada disso foi "bolado antes por um plano econômico incrível que está nos levando à felicidade".

O tal do Plano Real tinha um único objetivo: acabar com a inércia inflacionária. E ainda bem, porque já não era nada fácil. Um plano sério (Cruzado) e um monte de remendos (qualquer coisa depois do Cruzado) tinham todos falhados antes.

Inércia inflacionária é um nome pomposo para um comportamento que vinha se repedindo desde os anos 80 no Brasil. Simplificando (muito) era assim: os empresários aumentavam o preço do produtos hoje e logo depois também aumentavam os salários para os produtos poderem ser comprados. A simplificação é que eu coloquei toda a culpa nos empresários, mas a culpa é de muito mais gente: do Estado que emite moeda aos banqueiros que aplicam o dinheiro parado na conta, passando inclusive por sindicatos.

Porém, o importante dessa historinha é que ela mostra a dinâmica da inflação. Leia de novo e você verá que ela mostra como a inflação virou algo recorrente. O Plano Real se propunha (e conseguiu) acabar com essa recorrência.

Ele não previa qual seria as áreas que o governo deveria investir, não previa se era necessário ou não privatizar, menos ainda se era legal ou não reduzir a disparidade de renda nesse país tão díspar. Tudo isso são mérito e deméritos dos governos que se seguiram ao Plano Real, FHC primeiro, Lula depois.

Por fim, só um comentário paralelo. Todos os gráficos aí em cima tem indicação da fonte (coisa rara, diria coisa raríssima). Todas essas fontes tem séries de dados mais antigas que o governo FHC e Lula. Vai lá, dê uma olhada nos dados e faça o gráfico comparando, Sarnei, Collor, Itamar, FHC e Lula. Olhe com atenção a quantidade de postos de trabalho com carteira assinada e, um que eu adoro, massa salarial (eu não sou dono de empresa, por isso adoro quando falam de massa salarial e não dou muita bola para PIB).

Natal disse...

Claro que existe um aprendizado constante e que erros já cometidos devem ser evitados. Todos aprenderam com os planos econômicos já feitos no país e exterior. O Brasil vinha tentando combater a inflação desde o regime militar passando pelo plano Cruzado e o plano Collor. Portanto o real não é mérito exclusivo do Itamar, muito menos do FHC.

A grande semelhança entre esses planos é que foram baseados na restrição da renda da população para combater a inflação e não no aumento da oferta.

Deste modo a comparação acima é pertinente no momento que se vê o vídeo que mostra o que o Serra propunha para combater a crise econômica mundial de 2008/2009 (http://www.youtube.com/watch?v=Ig9pE6qwzxw&feature=player_embedded). Justamente o contrário que o PT fez.

E essa é a política da nossa direita, sempre visando tirando do bolso do trabalhador para fazer os ajustes. Eles não acreditam que em se tratando de economia é distribuindo renda que se cresce e se mantém a inflação sobre controle.

Essa é a grande diferença e foi por ela que saímos quase sem arranhões da crise.

Eduardo E. S. Prado disse...

Natal,

Revendo as entrevistas do Serra, criticando as medidas do governo Lula de combate a crise, dizendo que "estava tudo errado", que o Governo Lula estava na "contramão do que todo o mundo esta fazendo", fica a certeza de que se fosse o Serra, o presidente do Brasil, estaríamos em maus lençóis.

Sobre o plano Real, ele teve o mérito de romper com o cliclo inflácionário, o que já é muita coisa, mas quem defende o plano, em si mesmo, da forma como foi feito, esqueçe o imenso sacrifício que a população foi forçada a fazer para que o Real desse certo. De 1994 até a posse do Lula, em 2003, a taxa de desemprego no Brasil dobrou e a desigualdade social só fez se aprofundar ainda mais.

Obrigado por ter comentado,

Abraço!

Marcia disse...

Meu caro amigo, não existe mudanças radicais sem sacrifício, a situação que o país se encontrava antes do plano real era muito pior, com a inflação cada dia mais alta e as máquinas do supermercado remarcando na sua cara as mercadorias que tinhamos que correr para pegar antes que tivessem a próxima remarcação. Não tenho 50 anos e vive várias mudanças de moedas na tentativa de conter a inflação, então vamos dar a César o que é de César e certamente o que o governo Lula encontrou foi a casa arrumada e ele apenas retocou. Deixo claro que não sou adepta de partido algum e se este governo não fosse tão conivente com a corrupção e lotado de escândalos, certamente teriamos um país bem melhor do que este que estamos vivendo.

Eduardo E. S. Prado disse...

Marcia,

Também não tenho cinquenta anos, mas me lembro bem do período em que a inflação campeava. Lembro também do plano Real e das expectativas em torno dele. O comentário do Natal, acima, ilustra bem aquilo que eu também penso: "
A grande semelhança entre esses planos é que foram baseados na restrição da renda da população para combater a inflação e não no aumento da oferta.


O primeiro ano do Plano foi de euforia, mas logo as coisas começaram a mudar. O governo FHC não tinha idéias próprias e seguia à risca a cartilha do Mercado e do FMI _ que na verdade era a mesma -. O resultado é que sempre que a renda aumentava um pouquinho, alavancando o consumo, o governo aumentava os juros de um lado e as restrições de crédito de outro para diminuir o consumo e, com ele, o emprego. A única política de estabilidade que o governo do PSDB conhecia era o arrocho salarial e a manutenlção do desemprego estrutural. Maior empregabilidade representava aumento da renda e do consumo, logo geraria inflação. O jeito era manter o nível de desemprego lá em cima. Foi o Lula quem rompeu com essa lógica perversa.

E para acredita que o Serra pensa diferente, sugiro a assista as entrevista dele durante a crise. O que ele propunha era restrição de crédito e aumento de impostos _ que foi o que ele fez em São Paulo. para ele as medidas do governo Lula iam na contra-mão do que todo mundo estava fazendo. E ele estava certo! Graças as medidas do Lula a crise foi menos sentida por aqui.

Quanto aos escandalos e os casos de corrupção, bem, é o tipo de coisa que não dá para ser condescendete, mas o governo reconhece e não se esquiva em apurar. Ao contrário dos governos do PSDB, resguardado por uma imprensa amiga que não tem pudores em esconder casos de corrupão grávíssimos, envolvendo governo do PSDB, da opinião pública. Eu não tenho qualquer dúvida de qual deles é o pior. E no pior eu não voto de jeito nenhum!

Obrigado por comentar,

Abraço!

Anônimo disse...

Fernando Henrique foi o presidente que deu rumo ao Brasil e é nosso eterno presidente.Podem falar o que quiser , ele acabou com a inflação e criou a lei de responsabilidade fiscal, que é um dos maiores problema de um país , gastar mais do que se arrecada.O Lula e a Dilma, falaram tanto em privatização e veja; o vazamento de petróleo no nosso litoral é de plataforma americana , só tem gringo e chinés explorando o nosso petróleo.

luiz ribeiro disse...

Governo FHC: Apagão, afundou a P36, qualquer dor de barriga em qualquer pais do mundo atingia o Brasil, desemprego, privatizações, compra de votos, foi um verdadeiro lixo, FHC governou igual ou pior como todos os seus antecessores, a mudança veio com Lula, pois se o país estivesse nas mãos do PSDB/dem,pps, o povo Brasileiro estaria na merda como sempre esteve no periodo anterior a Lula/Dilma.

luiz ribeiro disse...

Governo FHC: Apagão, afundou a P36, qualquer dor de barriga em qualquer pais do mundo atingia o Brasil, desemprego, privatizações, compra de votos, foi um verdadeiro lixo, FHC governou igual ou pior como todos os seus antecessores, a mudança veio com Lula, pois se o país estivesse nas mãos do PSDB/dem,pps, o povo Brasileiro estaria na merda como sempre esteve no periodo anterior a Lula/Dilma.

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo!

  ©Conversa de Bar - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo